Início / Cidades / Corado garante posse do prédio de UBS e determina imediato funcionamento

Corado garante posse do prédio de UBS e determina imediato funcionamento

Amaturá (AM) — O prefeito municipal de Amaturá (a 1.46 km de Manaus, região do Alto Solimões) Joaquim Corado (PMDB), determinou ontem a imediata entrada em funcionamento de uma Unidade Básica de Saúde (UBS) construída com recursos do Fundo Municipal de Saúde cujo proprietário do terreno se recusa a entregar. Construída no bairro Santa Etelvina a nova UBS teve suas fechaduras trocadas por ordem de um comerciante de São Paulo de Olivença conhecido pelo apelido de “Cheiro”, aliado e financiador do ex-prefeito. O prefeito solicitou apoio da 45ª. Delegacia Distrital para manter a posse do imóvel.

A área urbana de Amaturá conta atualmente com apenas uma UBS, responsável pelo atendimento a uma população residente estimada em mais de cinco mil pessoas na cidade.

Localizada no bairro Santa Etelvina, a nova unidade de saúde é um dos vários prédios cujas as chaves não foram entregues pela administração do ex-prefeito ao seu sucessor, obrigando a atual gestão da Prefeitura trocar as fechaduras.

Ontem ao chegar ao prédio para inspecionar, a fechadura tinha sido trocada. O prefeito determinou novamente a troca de fechadura e após deixar o prédio, foi informado que um preposto do ex-prefeito havia se dirigido ao prédio para tentar novamente a troca de fechadura.

Joaquim Corado solicitou apoio da delegacia local para manter a guarda do prédio pela prefeitura. “Essa obra foi construída com dinheiro público. Eu tenho cópias das notas fiscais”, afirmou. O delegado informou que vai notificar o preposto conhecido pelo apelido de “Raimundão” para prestar esclarecimentos.

Ontem mesmo o prefeito determinou às secretarias de Infraestrutura e de Saúde para adequarem o prédio para receberem mobiliários e equipamentos para que entrem em funcionamento dentro de 30 dias. UBS receberá o nome de Sérgio Ferreira Pessoa, falecido na semana passada.

A construção da UBS não é a única irregularidade encontrada pelo prefeito Joaquim Corado. Ele inspecionou o prédio construído para funcionar uma creche no município. As obras não foram concluídas e de acordo com o prefeito, há uma série de irregularidades na construção, como piso inadequado, a arquitetura inapropriada para o funcionamento de uma creche para crianças.

“Eu vou solicitar uma audiência ao presidente do Tribunal de Contas, conselheiro Ari Moutinho para que tome providências em relação a uma série de irregularidades e ilegalidades que encontramos na Prefeitura de Amaturá, como a série de licitações feitas nos últimos dias da administração anterior”, afirmou o prefeito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money