Início / Saúde / Governo do Estado aumenta em 46% recursos destinados à FCecon

Governo do Estado aumenta em 46% recursos destinados à FCecon

O Governo do Amazonas destinou R$ 113,19 milhões, em 2016, à manutenção da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon), sendo R$ 37,06 milhões só para a aquisição de medicamentos, incluindo quimioterápicos de alto custo. O valor é 46,46% maior que os R$ 77,27 milhões empenhados em 2015, ressaltou o diretor-presidente da unidade hospitalar, cirurgião oncológico Marco Antônio Ricci.

O diretor-presidente destacou que os recursos utilizados via empenho garantiram a realização de mais de 930 mil procedimentos, entre ambulatoriais e hospitalares, reforçando a Política de Atenção Oncológica no Estado e na região, uma vez que a FCecon é considerada a unidade de referência em cancerologia na Amazônia Ocidental.
Do total empregado na manutenção do hospital, mais de 80% (R$ 90,88 milhões) foram empenhados em fontes do tesouro estadual e menos de 20% (R$19,63 milhões) foram repassados pelo Governo Federal, através do Fundo Estadual de Saúde, do Fundo de Promoção Social (FPS), Fundação Nacional de Saúde (Funasa), entre outros, para custear parte da rotina da instituição e promover avanços de naturezas diversas. Na área tecnológica, houve a aquisição de um novo tomógrafo e melhorias no setor de Radioterapia, serviço que passou por ampliação e passou a operar com um acelerador linear. O equipamento é considerado de ponta na área da terapia por radiação.
“Só em material hospitalar, a FCecon consumiu, em 2016, mais de R$ 7,08 milhões. Este ano, nossa expectativa está voltada à compra de um novo aparelho de ressonância magnética para a ampliar da nossa atuação na área de apoio ao diagnóstico do câncer. Também ampliaremos ainda mais a oferta de tratamento radioterápico, com a inauguração, no primeiro semestre de 2017, de mais um acelerador linear, doado pelo Ministério da Saúde, e que facilitará o acesso ao tratamento”, destacou Marco Ricci.
Expansão – O diretor-presidente mencionou também a previsão de aumento da capacidade de atendimento do hospital, com a expansão da unidade de saúde, através de um projeto desenvolvido pelo Governo do Estado, que está em fase de execução. Trata-se da construção de um edifício de três andares, que contará com um hospital dia para a realização de procedimentos de pequena e média complexidades, 40 leitos dedicados exclusivamente para quimioterapia, e ficará situado ao lado da sede da Fundação Cecon, no Dom Pedro. Os investimentos estimados são de R$ 15 milhões.
“São avanços que acompanham o crescimento da nossa demanda. Hoje, não nos preocupamos apenas em prestar atendimento à população do Amazonas, mas a pacientes de toda a região, incluindo países limítrofes. Cerca de 30% dos nossos atendimentos, atualmente, são voltados a pacientes de estados vizinhos, para se ter uma ideia. O Governo do Estado compreende a importância do hospital enquanto polo de atendimento e não tem medido esforços para viabilizar tratamento aos portadores de câncer que buscam terapia especializada no Estado”, afirmou.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money