Início / Política / Investidores da Coreia do Sul querem explorar biotecnologia no Amazonas

Investidores da Coreia do Sul querem explorar biotecnologia no Amazonas

O governador do Amazonas, David Almeida, iniciou as tratativas com um grupo de investidores sul-coreanos para a construção, no Estado, do que pode ser o maior complexo de biotecnologia do país. David recebeu os investidores do grupo DSD Samho nesta sexta-feira, 2 de maio, na sede do governo. Na Coreia do Sul, o grupo é um dos maiores da construção civil na área habitacional, além da atuação no segmento de biotecnologia.

“Eles vieram no lugar certo do Brasil, na meca da biotecnologia do mundo, pois a nossa biodiversidade é muito rica para ser explorada e nós acreditamos que nesse primeiro encontro nós temos a condição e a possibilidade de fechar essa parceria e trazer investimentos ao Estado do Amazonas”, avaliou o governador

 

Segundo Kim Eon Shik, presidente do grupo, a meta é abrir dois centros de biotecnologias, um na Coreia e outro no Amazonas, que atuarão de forma interligada. “O grupo sempre teve um interesse particular em investir no Brasil. Queremos construir o maior complexo de biotecnologia na Coreia e do Brasil, no Amazonas, onde podemos acessar recursos humanos, natural, orgânico e sustentável”, ressaltou.

 

Na Coreia do Sul, segundo Kim Eon, o processo para a construção do complexo já está sendo finalizada. “Nosso grupo nesta reunião é pequeno, mas aqui estão as pessoas que definem todo o processo e quem fechou os investimentos. Temos aqui líderes em suas cidades na a que representam a cidade de São Paulo para vocês”, destacou.

Participaram do encontro, além da comitiva de investidores coreanos, os secretários de Estado da Fazenda (Sefaz-AM), Francisco Arnóbio, de Planejamento. Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia e Inovação (Seplancti), Jorge Júnior, de Meio Ambiente (Sema), Antônio Ademir Stroski, e o secretário Executivo da Seplancti, Estevão Monteiro de Paula que apresentaram ao grupo a estrutura do Estado e as potencialidades e ações desenvolvidas nesta gestão.

 

Um dos pontos apresentados ao grupo foi a segurança jurídica que o Estado pode garantir. “A segurança jurídica nós vamos colocar à disposição. Somos a única área do Brasil com excepcionalidade federal em dar incentivos fiscais. Vamos oferecer também incentivos estaduais, vamos doar até o terreno para que eles possam construir algo que possa ser concreto e que venha a gerar emprego e renda no nosso Estado e sem dúvida alguma que possa beneficiar os investidores”, ressaltou David.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money