Início / Destaques / Redes sociais e o mercado de trabalho

Redes sociais e o mercado de trabalho

Estar conectado a internet virou rotina, é comum nos depararmos com pessoas usando aparelhos tecnológicos para postarem fotos, vídeos e depoimentos nas redes sociais. Todos querendo deixar seus perfis atualizados com uma infinidade de assuntos, mas como essa prática pode interferir na busca por um emprego?

 

Quando se tem curiosidade sobre determinado assunto, a primeira ferramenta que se busca é a internet. Em grandes empresas não é diferente, esse método também passou a ser utilizado para seleção dos funcionários, além de realizar a análise curricular do profissional, seja para uma vaga de estágio ou emprego, também se avalia o que costumam publicar em suas redes sociais.

Empresas procuram por pessoas que tenham responsabilidade e compromisso com o trabalho. Publicações ou check in em várias festas durante a semana, fotos mostrando excesso de bebidas podem comprometer a imagem que pretende passar em suas redes.

Dependendo do cargo que busca alcançar, uma boa escrita é fundamental para conquistar o novo emprego. Depoimentos com erros de português podem ser motivos de piada entre os amigos e também contam pontos negativos para o candidato.

Tudo o que é postado nas redes sociais pode ser usado como um reflexo de características ou personalidade. Fotos provocativas, com roupas inapropriadas que remetem a sexualidade não é muito bom para quem tem interesse em expor sua vida privada, principalmente para quem está em uma seleção de trabalho ou até mesmo quem já possui uma carreira estável.

“Nós somos um produto, quando nos expomos em facebook ou instagran, informações da nossa vida pessoal deixa de ser privada e passa a se construir uma imagem pública. Frases preconceituosas, fotos que aparece demais e erros no vocabulário são fatores que implicam na formação da imagem das pessoas”, contribuiu professor Ruy Sidney, Mestre em engenharia de processos industriais.

Uma boa dica para quem busca inserção no mercado de trabalho é criar uma conta no Linked In, uma rede social voltada para relações de trabalho, lá você constrói o seu perfil profissional, e dá possibilidade de diversas empresas acessarem seus dados.// Jessica Coimbra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money