Início / Esportes / Sem ocorrências, jogo da solidariedade leva mais de 35 mil a Arena da Amazônia

Sem ocorrências, jogo da solidariedade leva mais de 35 mil a Arena da Amazônia

Com mais de 35 mil espectadores, a Arena da Amazônia recebeu mais um grande evento na noite deste sábado, a terceira edição do jogo beneficente “Amigos do José Aldo x Amigos do Ronys Torres”, que arrecadou mais de 43 toneladas de alimentos para serem distribuídos para as pessoas afetadas pelas cheias dos rios nos municípios do interior do Amazonas. Com a partida, o estádio mostrou mais uma vez estar pronto para sediar grandes eventos.

 

Com um esquema de segurança e estrutura similar as utilizadas nos jogos da Copa do Mundo e das Olimpíadas em 2016, o jogo deste sábado contou com ações coordenadas das secretarias de Estado de Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), Segurança (SSP), Saúde (Susam), Justiça e Cidadania (Sejusc), entre outras, com a finalidade de proporcionar comodidade e segurança aos que prestigiaram o evento beneficente.

Sem ocorrências graves, a segurança mais uma vez foi o ponto forte das ações desenvolvidas pelo Governo do Amazonas, com um efetivo de 500 policiais militares atuando dos lados interno e externo da Arena, além de membros da Policia Civil e Corpo de Bombeiros. “Nosso sistema integrado mostra-se mais uma vez o modelo mais acertado para este tipo de evento. Com ele, reunimos todos os órgãos envolvidos em um único núcleo, o que torna as respostas a incidentes muito mais rápidas e eficazes“, disse o coordenador adjunto do Centro Integrado de comando e Controle (CICC), coronel Oliveira Filho.

Além disso, a Polícia Civil reforçou o efetivo policial no 10º e no 12º Distritos Integrados de Polícia (DIPs), localizados, respectivamente, na Avenida Desembargador João Machado, bairro Alvorada, zona Centro-Oeste, e na Avenida Professor Nilton Lins, bairro Flores, zona Centro-Sul, os dois mais próximos da Arena da Amazônia.

Com a família, o conferente logístico Valdenir José, diz que se sente seguro em levar os filhos para este tipo de vento, pois já conhece o nível de organização. “Venho desde que a Arena foi inaugurada e nunca presenciei nenhum tipo de problema, como brigas, por isso eu saio de casa com meus filhos sem receio algum. Sei que vai ser um passeio tranquilo e muito divertido”, disse.

 

Pessoas com deficiência – A Arena da Amazônia também esteve preparada para receber pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida. Durante a partida, foi oferecido transporte especial até o estádio, saído da Vila Olímpica de Manaus, até o local.

No estádio, mais de 30 funcionários da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped) trabalharam no auxílio de acomodação para pessoas com deficiência, que foram guiados até o seu local reservado no estádio. Um deles, o autônomo Ednei Filho, que anda de cadeira de rodas e é um assíduo frequentador da Arena. “Não preciso de ajuda da minha família para assistir nenhum jogo, pois sempre oferecem transporte, guias e todo o suporte aqui no estádio. Por isso eu sempre estou aqui”, afirmou.

Saúde – Mesmo com pouca demanda, sendo realizados apenas 10 atendimentos, a Saúde contou com uma estrutura completa para atender o público, fornecido pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam), que deu suporte à programação com atendimento médico para os espectadores. Foram montados quatro postos para atendimento de primeiros-socorros, dois com médico, enfermeiro e um técnico de enfermagem e outros dois com enfermeiro e um técnico de enfermagem. Também foram disponibilizadas cinco ambulâncias, duas delas com serviço de UTI e outras três com suporte básico de saúde.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money