Início / Brasil / Suspeito de matar cantora do Kaoma era caseiro da vítima há 15 dias

Suspeito de matar cantora do Kaoma era caseiro da vítima há 15 dias

Wallace de Paula Vieira, de 23 anos, preso suspeito de envolvimento na morte da cantora Loalwa Braz Vieira, em Saquarema, na Região dos Lagos, trabalhava como caseiro da vítima há 15 dias. De acordo com informações da 124ª DP (Saquearema), responsável pelas investigações, ele confessou o crime após ter caído em contradição várias vezes durante seu depoimento. Também foram presos pelo crime Gabriel Ferreira dos Santos, de 21 anos, e Lucas Silva de Lima, de 18.

Loalwa é intérprete do hit ‘Chorando se foi’ (Foto: Reprodução)

De acordo com as investigações, os criminosos chegaram à pousada Azur, de propriedade da vocalista da banda Kaoma e também onde ela morava, no fim da noite dessa quarta-feira. Eles arrombaram a porta do estabelecimentos e imobilizaram Loalwa, que tentou resistir, entrando em luta corporal com os bandidos.

Os criminosos começaram a agredir Loalwa com pauladas e golpes de facas até que ela desmaiou, sendo arrastada até o seu carro, que estava estacionado no terreno da pousada. Neste momento, os bandidos subtraíram dinheiro e outros objetos da cantora e colocaram fogo na pousada. Em seguida, levaram o veículo com seu corpo para uma rua perto da pousada. O carro, no entanto, apresentou pane e por isso os bandidos resolveram queimá-lo com Loalwa no banco traseiro, ainda viva.

O carro de Loalwa foi incendiddo (Foto: Reprodução)

Inicialmente, em seu depoimento, Wallace disse ter testemunhado quando os criminosos chegaram na pousada e roubaram o local, tendo, em seguida, sequestrado Lowalva. Os policiais desconfiaram do suspeito por causa das contradições em seu depoimento.

Com Gabriel, foram encontrados o celular e o cartão bancário do Loalwa.

>>>Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by keepvid themefull earn money